Get Adobe Flash player
15.jpg

Histórico

Modificar o tamanho da letra:

Nos idos de 1800 o Estado era dividido em grandes fazendas. Não foi diferente na região. As terras que formariam mais tarde as primeiras floriculturas pertenciam à Fazenda Pareci.

A Fazenda dividia-se pela parte oeste com Francisco Ivo e pelo leste com Sargento José d’Azevedo, e o Tenente Coronel Manuel Alves Guimarães, e pelo norte o Arroio da Cadea. Estas terras situavam-se então, entre Maratá e São Sebastião do Caí, em ambos os lados do Arroio São Salvador e tinham uma extensão de 3 a 4 léguas quadradas.

O nome Pareci vem de um índio do Mato Grosso que mudou-se para a região quando tinha entre 9 e 10 anos e era descendente das tribos dos Parecis. Apesar disso, a maioria da população é de origem alemã, da cidade de Hamburgo, na Alemanha.

Em 20 de março de 1992 foi sancionada a Lei nº 9620/92 pelo Exmo. Senhor Governador do Estado Dr. Alceu Collares.

O prédio do Seminário Jesuíta foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural do RS em 2003.

Junto ao Seminário está a Gruta do Silêncio, composta por um altar talhado em pedra grés e com acesso através de uma escadaria com 101 degraus.

Ainda no centro da cidade, a Igreja de São José, construída no início do século passado, chama a atenção por sua imponência e beleza.